Projeto Rondon: Faculdade Única de Ipatinga é selecionada no maior projeto de extensão do país

por: Guilherme Fernandes

Serão 20 representantes da Instituição entre alunos e professores, divididos em duas Operações, para realizarem trabalhos voluntários em cidades de Minas Gerais e Amapá.

Considerado o maior projeto de extensão do Brasil e um dos maiores do mundo, o Projeto Rondon é um programa de integração social coordenado pelo Ministério da Defesa e conta com a colaboração da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação – MEC. A Faculdade Única de Ipatinga é a única Instituição do Leste de Minas Gerais selecionada para participar do Projeto e, na sua primeira participação, foi aprovada em quatro editais.

O objetivo central do Projeto Rondon é proporcionar aos jovens universitários a experiência de vivenciar diferentes realidades do país, em comunidades com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), por meio de atividades voluntárias de desenvolvimento sustentável que tragam benefícios permanentes, além da troca de conhecimentos entre os alunos e os indivíduos daquelas comunidades.

Max Gonçalves na comunidade de Cutias-AP

“Para nós, do setor de Extensão da Faculdade Única de Ipatinga, é muito importante a participação no Projeto Rondon, pois assim reafirmamos nosso compromisso com a comunidade e a Responsabilidade Social. Todos os alunos de graduação da Faculdade Única podem participar, sejam eles do presencial ou da Educação a Distância (EaD). Por meio do Projeto, o aluno tem a oportunidade de vivenciar experiências que provavelmente nunca vivenciou, sem contar que é uma oportunidade única, pois o aluno só pode participar uma vez”, pontua o coordenador de Arquitetura e Urbanismo e do Núcleo de Pesquisa e Extensão, Max Gonçalves.

“Quando fiquei sabendo do edital para o Projeto Rondon e da importância dele para as comunidades, imediatamente fiz minha inscrição. Poder levar um pouco do conhecimento adquirido em sala de aula para melhorar a qualidade de vida dessas pessoas é cativante. Será uma experiência incrível poder conhecer realidades e culturas diferentes, aplicar os conhecimentos universitários e aprender com a comunidade local. Esse projeto terá um grande valor na vida de todos os envolvidos, dos coordenadores que nos auxiliam, colegas de Projeto e as Forças Armadas”, conta a aluna do curso de Arquiteturas e Urbanismo, Thamires Moreira.

 As despesas das viagens são 100% custeadas pelo Ministério da Defesa e pela Faculdade Única.

Ana Carolina é aluna do curso de Gestão Ambiental, na modalidade a distância, residente de Diamantina-MG e participará do Projeto Rondon na Operação Rondon das Gerais. Para ela, “a oportunidade de participar do Projeto Rondon é sem dúvidas muito importante, visto que ele irá contribuir tanto para minha carreira profissional quanto para a vida pessoal. Mesmo estudando na modalidade a distância, eu me sinto muito preparada para as atividades que serão executadas em Ubaí, pois a Faculdade Única oferece o mesmo apoio e ensino que na modalidade presencial. O Projeto abrirá portas para que eu conquiste outros objetivos, permitindo que eu colabore de forma positiva com a sociedade por meio de atividades sociais”.

Conheça as Operações

Operação Rondon das Gerais

A partir do dia 27 de janeiro, os acadêmicos selecionados pela Única estarão servindo a comunidade da cidade de Ubaí, em Minas Gerais. Uma oportunidade fantástica para colocarem em prática os saberes adquiridos em sala de aula e experimentarem presencialmente a realidade brasileira, ajudando na construção de suas identidades enquanto cidadãos e futuros profissionais.

No município, a equipe da Única vai desenvolver diversas atividades na Operação Rondon das Gerais. As palestras, oficinas e troca de conhecimentos estão divididas em quatro tópicos principais escolhidos de acordo com as maiores necessidades locais: Comunicação; Meio Ambiente; Tecnologia e Produção; Trabalho.

De acordo com o professor Ronald Assis, essa é uma experiência ímpar, não apenas para os alunos e populares, mas para todos os envolvidos que terão o privilégio de compartilhar momentos inesquecíveis. “As expectativas são as melhores. O mais legal é a troca mútua de conhecimentos e experiências que irá ocorrer, levarmos conhecimento e recebermos a sabedoria tradicional, o carinho e a alegria das crianças, ouvir histórias e de certa forma contribuir com a vida das comunidades em que vamos passar”, destaca.

Operação Amapá Mais Forte

A partir do dia 3 de fevereiro o município de Cutias, no Amapá, irá receber a Operação Amapá Mais Forte, dando continuidade ao Projeto Rondon. Serão 18 dias de diversas ações que visam transformar a vida dos moradores da cidade.

A iniciativa conta com apoio do poder público, autoridades locais e profissionais das áreas envolvidas no projeto. As oficinas serão divididas nos segmentos de: Comunicação; Meio Ambiente; Tecnologia e Produção; Trabalho.

Segundo o coordenador de Pós-Graduação e Extensão da Faculdade Única de Ipatinga, Max Gonçalves, o legado que a instituição quer deixar é de mudança para melhor tanto nos estudantes quanto na comunidade amapaense. “Para a população, fica um pouco do conhecimento que vamos levar, além de algumas experiências relacionadas às oficinas, como a horta comunitária, por exemplo. Para os alunos, fora a experiência de vida, uma lição de cidadania, ver uma realidade completamente diferente que muitos nem imaginavam”, conta.

Clique aqui e conheça mais sobre o Projeto Rondon.

Atualizamos a Política de Privacidade e Termos de Uso do site. Ao continuar navegando, entendemos que você está ciente e de acordo.