Saltar links

Programas de financiamentos de dívidas da Faculdade Única ajudam alunos a continuarem estudando em meio à pandemia

Discentes relatam importância de programas na manutenção dos estudos.

Por Wilkson Tarres

“Não continuaria estudando se a Faculdade Única não disponibilizasse o programa Única que Financia neste momento de pandemia”, este é um relato sincero e emocionado da estudante do 9º período do curso de Enfermagem da Faculdade Única de Ipatinga, Mirian Camila Lopes Gonçalves.

Que a pandemia provocada pelo Covid-19 mudou a rotina e o planejamento de todos não é mais novidade para ninguém. O mundo inteiro foi impactado e tudo de uma hora para outra, teve que ser repensado. Países foram paralisados, o trabalho de milhões de pessoas passou a ser realizado em home Office, a economia das nações tiveram que ser conciliadas com as ações de retenção da propagação deste vírus. Em meio a tantas mudanças importantes, o estudo também teve que se reinventar.

O ensino que antes era presencial, necessariamente passou a ser remoto nas Instituições de ensino superior. Mas a mudança não foi tão simples e fácil. No meio deste processo, muitos alunos perderam emprego, estágio e por consequência a fonte de renda. Eles tiveram um dilema e a escolha entre continuar os estudos mesmo sem condições financeiras ou trancar o tão sonhado curso não foi fácil.

Se solidarizando com a situação destes alunos e entendendo o momento difícil, a Faculdade Única propôs o diálogo com cada estudante que teve perda de renda neste período. Aqueles que entraram em contato com a Instituição, por meio do e-mail da secretaria (secretaria@unicaipatinga.com.br) e/ou presencialmente, tiveram os casos analisados e as dívidas negociadas.

A aluna, Mirian Camila Lopes Gonçalves que tem 26 anos e mora no bairro Iguaçu, em Ipatinga, citada no início desta matéria, iria trancar os estudos, mas repensou esta decisão após receber o retorno da Faculdade Única sobre a situação dela.

“Eu e minha mãe estamos desempregadas e somente o meu pai está trabalhando. Ele paga o aluguel e as despesas da casa sozinho. Se eu não tivesse conseguido financiar os estudos não poderia continuar estudando por causa do orçamento”, aponta a estudante aliviada.

Para Mirian Camila, foi disponibilizado o programa de financiamento “Única que Financia”, criado pela diretoria da Instituição em 2020-1. Com este programa, a estudante pôde financiar 30% (trinta por cento) do valor da mensalidade para pagamento em até 18 (dezoito) parcelas, vencendo a primeira parcela no segundo mês subsequente à conclusão do curso. E o melhor, Mirian poderá continuar estudando e não pagará juros com este programa.

Quem também deixou de trancar os estudos foi a Paloma Cristina da Silva Inácio. A estudante que está no último período do curso de Psicologia, realizou um acordo administrativo com a Faculdade e parcelou os débitos de 2020-1 em quatro vezes no boleto.

“Neste momento não poderia trancar os estudos, pois estou no 10º período e esta não é opção”, salienta Paloma.

Além de Mirian e Paloma, outros discentes que precisaram de apoio financeiro no período de pandemia, receberam suporte da Instituição para continuarem estudando em busca do sonho da graduação.